quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

A manhã de Deus é apenas uma. Eterna

Esta foto foi feita no dia 7 de agosto de 2010, quando completei 56 anos. Estamos nos beijando, minha gata, Josiane Souza Moreira Cunha, e eu, na cozinha de casa. O flagrante foi feito pela minha filha, Iasmim Moreira Cunha.


Chegamos ao fim do ano e as notícias são ótimas. Antes de qualquer coisa, desejo a todos os que amo e aos que me cercam uma manhã, eterna, criada por Deus, meu Pai.

A grande notícia, que não é boa para a maioria do povo brasileiro, mas me parece alvissareira, é que a partir de 1 de janeiro Lula estará fora. O plano é que Lula comande o politburo petista, que continuaria a aparelhar e a ideologizar a máquina pública federal, incluindo o sistema educacional, polícias e marcos regulatórios, principalmente o da mídia. Isso é bobagem. O pensamento de Lula é tosco. Ele não tem sensibilidade para entender que estamos no Brasil e na véspera de 2011.

A propósito, aconteceu uma revolução, este ano, que é o site WikiLeaks, que pôs a nu aquilo de que os intelectuais já desconfiavam: o verdadeiro pensamento e perfil de líderes mundiais. O WikiLeaks vem publicando na internet um navio de documentos diplomáticos sigilosos dos Estados Unidos. Isso é revolucionário. Comprova que tentar sufocar a imprensa é esforço perdido, e sempre haverá jornalistas destemidos. Serve também para os ladrões de colarinho branco, que tentam censurar a imprensa para esconder suas ladroagens e outras canalhices. Falar nisso, as quadrilhas que tomaram conta do estado do Amapá e de Macapá sofreram reveses, este ano.

Voltando ao WikiLeaks, segundo a Wikipédia, trata-se de uma organização transnacional sem fins lucrativos, sediada na Suécia, que publica, em seu site, posts de fontes anônimas, documentos, fotos e informações confidenciais, vazadas de governos ou empresas, sobre assuntos sigilosos. O site, administrado por The Sunshine Press, foi lançado em dezembro de 2006 e, em meados de novembro de 2007, já continha 1,2 milhões de documentos. No portal, a organização informa ter sido fundada por dissidentes chineses, jornalistas, matemáticos e tecnólogos dos Estados Unidos, Taiwan, Europa, Austrália e África do Sul. Seu diretor é o australiano Julian Assange, jornalista e ciberativista. Nota 10 para Assange.

Continua a Wikipédia: Em abril de 2010, o site publicou um vídeo mostrando um helicóptero Apache dos Estados Unidos, no contexto da ocupação do Iraque, matando pelo menos 12 civis - dentre as quais dois jornalistas da agência de notícias Reuters - durante um ataque a Bagdá, em 2007. O vídeo (Collateral Murder) é uma das mais notáveis publicações do portal. Outro documento polêmico mostrado pelo site é a cópia de um manual de instruções para tratamento de prisioneiros na prisão militar norte-americana de Guantánamo, em Cuba. Em 28 de novembro de 2010, o WikiLeadks publicou uma série de telegramas secretos de embaixadas e do governo norte-americano.

Vem mais pau por aí. A Companhia das Letras já comprou o direito de publicação no Brasil do livro de memórias que Julian Assange está escrevendo. Os originais deverão ser entregues em março de 2011.

No campo estritamente pessoal, 2010 foi o melhor ano da minha vida. Tem sido assim já de algum tempo. Este ano, comecei a sentir paz interior. Como todos nós sabemos, paz de espírito é o que alcançamos de mais valioso na nossa vida imortal. Há mais intensidade no meu namoro com as rosas e com o azul dos dias, e a música de Mozart entra mais fundo na minha alma, e cada vez mais sinto que viver não é preciso; escrever é preciso. E o jornal – DF-Goiás – e o site – Brasil CPLP -, dos quais sou editor, estão consolidados.

E tem este blog, que comecei em 22 de outubro, e que completa hoje dois meses, com 1.400 visitas. Jamais imaginei que um dia eu fosse tão lido. Por volta de 1970, em Macapá, quando varava noites escrevendo, ao publicar algo, inclusive na Rádio Educadora, sentia-me nas nuvens. Não sei hoje, mas naquela época havia meia dúzia de escritores, que liam uns aos outros, jogavam-se confetes e se comportavam como se fossem conhecidíssimos. Todos os meus livros tiveram tiragens ridículas e vendas a conta-gotas. De modo que o blog – criado pelo meu amigo, o artista plástico André Cerino - me surpreendeu, pois além de ser o que considero bastante lido no Brasil, também é visitado nos Estados Unidos, na velha Europa, e, aqui e ali, em todo o planeta. Blog é invenção genial, não é, Alcinéa?

Abraços e beijos a todos os que eu amo e aos que me cercam!


Ray Cunha
Brasília, 22 de dezembro de 2010

Um comentário:

  1. E o teu blog é genial!
    Há dois meses todos os dias passo por aqui, pois te ler é sempre um prazer renovado.
    Beijos

    ResponderExcluir