sábado, 13 de dezembro de 2014

Não há mais governabilidade em Brasília

BRASÍLIA, 13 DE DEZEMBRO DE 2014 – O Brasil está sem governabilidade. Lula, dono do PT; Dilma Rousseff, presidente da República; Graça Foster, presidente da Petrobras; e a cúpula do PT, foram flagrados na maior roubalheira no país; só continuam soltos (alguns já foram presos) porque Lula aparelhou o estado brasileiro (as Forças Armadas ainda não), incluindo o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal. Mas uma revista chamada Veja, da qual Lula, o ditador nas sombras, tem ódio daqueles de babar, é que vai derrubá-lo.  

O Brasil está afundando. Entrou em recesso econômico; a inflação e o desemprego crescem; cada vez mais pessoas são assassinadas, nas ruas, nos hospitais, no trânsito, nas escolas (nestas, as vítimas viram zumbis). Lula Rousseff associou-se a bandidos como Fidel Castro e Hugo Chávez Maduro, e a outros ditadores mundo afora. Imperdoável: é traidor da pátria, pois está acoitando terroristas e agentes infiltrados para promover um golpe. A CIA e os setores de inteligência das Forças Armadas sabem disso. Em caso de sucesso, grupos como Abril iriam à bancarrota. A TV Globo, como se vê claramente, já faz o jogo de Lula Rousseff. Não mostra, por exemplo, a multidão nas ruas de São Paulo pedindo o impeachment do Chefão e sua títere.

Brasília, três por quatro do Brasil, está um caos. O governador Agnulo Queiroz, do PT, e merda dá no mesmo. Deixou a cidade igualzinho as passagens subterrâneas do Eixão Sul: só cagalhão. Exemplo: a construção do novo Estádio Mané Garrincha para a malfadada Copa de 2014 foi orçada em cerca de R$ 600 milhões; pulou para cerca de R$ 1,2 bilhão. Terá ajudado o caixa dois do PT, já abarrotado de dinheiro com o Petrolão?

Todo mundo já sabe o que é o PT, principalmente aqui em Brasília, que já teve dois governos petistas, absolutamente incompetentes, e abriga a quadrilha desde 2003, quando Lula Rousseff institucionalizou o roubo, a mediocridade nas escolas e na área cultural, e a conversa canalha dos comunistas.

Será que Lula Rousseff terá que novamente assaltar de verdade um banco para ser presa? Hoje, os assaltos não são mais com metralhadora, mas com um partido político. Ainda bem que gente como Joaquim Barbosa e Sérgio Moro, e revistas como Veja sabem disso.

Para tolerar a canalha encastelada no poder só sendo cúmplice dela!

Nenhum comentário:

Postar um comentário